Blog

Fique por dentro das últimas notícias

'Hidrogênio tem futuro, mas não para os carros', diz estudo

Instituto alemão está convencido de que os carros elétricos a bateria são a melhor opção hoje

O conceituado instituto alemão chamado PIK - Instituto de Pesquisa sobre Impacto Climático, publicou um estudo que destaca os prós e contras do hidrogênio e, com base nas análises realizadas, conclui que esta fonte de energia pode ter aplicação em vários campos, mas não é adequada para a mobilidade sobre quatro rodas.

Em resumo, após as fortes críticas da Volkswagen, este centro de estudos independente também aponta a presença de questões críticas relacionadas à adoção de carros a hidrogênio. Vamos conferir o por quê.

Maior uso de combustíveis fósseis

"Os combustíveis à base de hidrogênio podem ser um excelente vetor de energia limpa - explica Falko Ueckerdt, principal autor do estudo -, mas também apresentam grandes riscos e grandes custos associados a eles. Quase poderiam ser vistos como uma promessa falsa. Eles são maravilhosamente versáteis, mas não podemos esperar que substituam os combustíveis fósseis. "O motivo?" Porque os combustíveis à base de hidrogênio provavelmente serão produzidos em pequenas quantidades e a preços não competitivos por pelo menos mais uma década."

Apostar no uso em larga escala do hidrogênio, segundo o PIK, acabaria mantendo o sistema de transporte dependente de petróleo e gasolina, pois os combustíveis fósseis são necessários para ter energia suficiente para produzir hidrogênio.

Usos específicos

De acordo com os autores do estudo, portanto, seria decididamente melhor usar hidrogênio e combustíveis sintéticos em setores específicos onde eles podem realmente conceder vantagens na limitação de emissões, como a indústria aeronáutica, siderúrgica ou química, e focar em baterias e eletricidade para transportes terrestres, automóveis e veículos comerciais.

"Um carro movido a hidrogênio requer 5 vezes mais energia do que um elétrico - observa Ueckerdt - Isso significa que se também utilizássemos o hidrogênio para o transporte de pessoas e passageiros teríamos um aumento no consumo de energia, pelo menos o dobro do atual. Mas que em certos cenários pode ser até dez vezes maior".

Aliado ao fato de ainda estarmos longe de produzir 100% de energias renováveis, o relatório conclui que essencialmente uma difusão do hidrogênio sem um critério como o indicado não traria benefícios do ponto de vista climático.

Olhando para 2050

"Apesar das incertezas sobre os custos futuros, os combustíveis à base de hidrogênio têm potencial para se tornar uma tecnologia de apoio para substituir todos os combustíveis fósseis restantes por volta de 2040-50", diz o relatório PIK. Mas políticas adequadas são necessárias para apoiar essa estratégia. Em particular, o instituto deve trabalhar em duas direções.

- Fornece amplo suporte tecnológico para promover a inovação e aumento de escala inicial
- Tributar combustíveis fósseis para criar condições equitativas para todas as tecnologias e, portanto, um equilíbrio razoável entre a eletrificação direta e indireta

De acordo com Gunnar Luderer, co-autor do relatório, "a visão de longo prazo sobre os combustíveis à base de hidrogênio é promissora".

Fonte: INSIDEEVs

"Quando pudermos explorar melhor o enorme potencial da energia eólica e solar", acrescenta, "poderemos produzir combustíveis sintéticos em quantidades que supram a falta de energia proveniente das próprias fontes renováveis ​​em determinados momentos do dia ou em áreas densamente povoadas. No futuro, portanto, eles poderão dar uma grande contribuição".

No entanto, conclui Luderer, "em todo o mundo existe uma exigência para que a redução das emissões seja imediata e, para atingir os objetivos de curto prazo, o melhor a fazer é apostar na eletrificação direta".

Horário de Funcionamento

Instalação de Rastreadores

Segunda a Sexta-feira das 08h00 às 18h00

Sistema de Monitoramento de Veículos 24 horas

Serviços

Monitoramento de velocidade

Relatório de percurso

Bloqueio Remoto

Visualização da frota

Suporte tático e profissional

Monitoramento pela internet

© 2021 MartiniSat Rastreamentos - Desenvolvido por Site Sistema